Escola Ativa

POSTAGENS ANTERIORES

< Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | Próxima >

22/05/2013

Eco-repórter da turma do 4º ano, da Escola Américo Silva


Os alunos entrevistaram Marinete, diretora adjunta da escola sobre as questões lixo e água. Vamos ver?

Eco-reporter 1 - O que é feito com o lixo orgânico da escola Municipal  Américo Silva?
 
Marinete: O lixo orgânico da Escola Américo Silva, é recolhido todos os dias por uma pessoa da comunidade para alimentação de suínos.
 
ER  2 - Costuma encontrar lixo no chão da escola?
 
M - Não,  raramente encontramos lixo no chão da escola , todos os professores  e funcionários  trabalham  orientando e conscientizando  os alunos para não jogarem lixo  no chão .
 
ER 3 - Existe na escola, alguma forma de separação de lixo? 
 
M - Hoje não existe  a seleção de lixo  na escola , pois  em 2011 a professora de ciência, Alessandra desenvolveu um projeto para separação do lixo na escola, reutilizando latas de tinta. Infelizmente  não funcionou,  pois não existe coleta setiva no município. Seprávamos o lixo na escola, mas quando o caminhão o recolhia, era jogado junto ao lixo misturado.
 
ER 4 -  A escola é ponto de coleta?
 
M - Somos sim. Recolhemos óleo de cozinha para ECOÓLEO – Associação de Coletores de Resíduos Líquidos e Sólidos de Volta Redonda,  RJ. Também recolhemos pilhas e baterias usadas ( Disque pilha) onde a pessoa  liga para escola, a localizamos e pedimos ao aluno que mora  próximo ao endereço para recolher a pilha e leva-las para Escola. Ainda não temos o destino para essas pilhas.
 
ER 5 - Existem torneiras pingando na Escola?
 
Não.  Mas, a escola por ser uma construção antiga, temos que ficar sempre atentos para isso.  Caso surja o problema, informamos a secretaria de Educação, que logo providencia o conserto. 
 
ER 6 - A escola reaproveita água da chuva?
 
M - Não. Mas é uma ótima ideia para incluirmos no nosso projeto “Cuidar de si mesmo do outro e da natureza”.
 
ER 7 - Podemos fazer uma horta em nossa Escola?
 
M - Temos problema de espaço  na nossa escola. Já fizemos uma horta. A professora de ciência  Alessandra, que mora na comunidade, plantava as sementes na escola em garrafas pet, depois, juntamente com os alunos levava para casa e plantava  as mudas  em uma horta cedida para escola. Todas as hortaliças eram aproveitadas na merenda escolar. Hoje não temos mais esse espaço estamos usando as garrafas pet para plantar apenas condimentos, como cebolinha. 
 
ER 8 - Para onde vai o lixo da escola?
 
M - O lixo da escola é colocado em lixeiras, recolhidas pelos garis e enviadas para o lixão. 
 
ER 9 - As funcionárias  que trabalham na cozinha economizam água? Como?
 
M - Sim, na medida do possível. São orientadas para que não deixem as torneiras pingando, que fechem as torneiras enquanto ensaboam a louça e talheres e que fiquem sempre atentas aos vazaments.
 
ER 10 - O que você acha  que podem fazer  para a escola tornar-se uma Escola Modelo?
 
M - A nossa escola já está no caminho de uma escola modelo. Realizamos vários projetos voltados à preservação do meio ambiente, mas podemos rever  a situação da coleta seletiva. Precisamos repensar no destino desse lixo e Incluir no projeto o reaproveitamento da água da chuva. 
 
22 de Maio
                                                             
O Eco-Repórter, é uma das ferramanetas para se trabalhar a educação amabiental na escola. Esta atividade está incluída no Guia de Atividades do Educador, elaborado especialmente para este projeto.
 
Danielle Terra, educadora ambiental da Escola Ativa!                  






21/05/2013

Diário de Bordo do projeto Escola ATIVA em Três Rios (RJ) - Segundo Dia




Primeiro dia de Inserção da Educação Ambiental na Escola Américo Silva!

Olá! Hoje aconteceu nosso primeiro encontro com a Escola Municipal Américo Dias, escola selecionada pela Secretaria da Educação de Três Rios para receber o projeto Escola Ativa. Fomos muito bem recebidos pela diretora Virgínia, professora Jucimere, alunos do 4º ano e por todos os membros da escola. Nesse primeiro contato já percebemos que a escola abraçou o projeto com força! 

 
Iniciamos as atividades na quadra da escola, onde fomos apresentados às crianças. Com a ajuda da professora Jucimere, apresentamos a "Cartilha do Aluno", através de uma contação de história bem divertida e participativa. Depois de muita troca de ideias com os pequeninos (que são bem espertos), percebemos que os assuntos Meio Ambiente e Educação Ambiental já estão bem inseridos na turma. Sabem na ponta da língua sobre tudo que conversamos!
 
Após a leitura da cartilha, seguimos para um passei interpretativo na escola. Observamos os ambientes verdes, reciclagem, espécies da fauna e flora encontradas ali. A escola possui coleta de oleo e pilha que os próprios alunos recolhem em seus bairros junto a comunidade.
 
A diretora Virginia nos mostrou o ambiente externo da escola, onde são encontradas mudas recém-plantadas em local usado por alguns como depósito de lixo bem em frente ao portão. Estão tentando mudar esta realidade sensibilizando os "arteiros"!
 
Observamos os ambientes vistos do ângulo da escola, como a serra, vestígios de mata atlântica, lixo armazenado de forma incorreta e muito mais. 
Feito o diagnóstico local fomos para a sala de aula. Lá, trocamos ideias mais para o cuidado com o meio ambiente e partimos para uma dinâmica bem divertida com o objetivo de reforçar o tema “Convivência”. Os alunos do 4º ano se divertiram com a brincadeira, mas levaram o aprendizado de que não se deve desejar aos outro o que não quer para si. Aproveitando o embalo da dinâmica, distribuímos a atividade “Dia- a – dia do bem”, que complementa o Guia de Atividades do Professor. 
 
Encerramos na hora do intervalo com muita alegria e o carinho da criançada. 
 
Amanhã tem mais! 
 
Danielle Terra, educadora do projeto Escola Ativa. 
 






20/05/2013

Diário de Bordo do projeto Escola ATIVA em Três Rios (RJ) - Primeiro Dia




Curso de "Agente Multiplicador para a Educação Ambiental"

Olá leitores. Este é o primeiro post  da série “Diário de Bordo” do programa Escola Ativa – A transformação começa aqui!

Hoje, dia 20 de Maio, tivemos nosso primeiro contato com a primeira cidade entre as 4 que serão atendidas pelo programa.  De antemão posso dizer que foi surpreendente!

Como já sabem, o primeiro passo do projeto após os dois meses para elaboração das cartilhas e planejamento, é o curso de Agente Multiplicador para a Educação Ambiental, certo? Pois é. Aconteceu e superou todas as nossas expectativas. As vagas foram todas preenchidas por educadoras, orientadoras, coordenadoras pedagógicas, diretoras de várias escolas do município. Todas as participantes demonstraram muito empenho e disposição para o aprendizado, troca de experiências e para passar adiante suas vivências como verdadeiras multiplicadoras.

Iniciamos o curso às 9 da manhã com um café reforçado, estilo mineiro. Aconchegados e a vontade, nos apresentamos com nome, instituição, função dentro da educação e intenções após o curso. Falamos sobre o Instituto Ativa Brasil, realizador do projeto e da empresa LataPack-Ball, nossa patrocinadora.

Distribuímos o material didático sobre um olhar atento, com fome de informação. As cartilhas foram muito bem recebidas e assim, iniciamos nossas atividades.

O curso foi muito dinâmico, como recomenda as cartilhas. Fizemos na prática quase todas as atividades sugeridas no material didático, além de dinâmicas para quebrar o gelo, como a Olaria do Povo, em que colocou a turma para dançar!

Passamos por todos os temas envolvidos no projeto: Água, Lixo, Higiene, Convivência, Ambientes Verdes e os 8 erres.

Só sei que passamos um dia produtivo, animado e todos puderam voltar para casa com algo a mais para disseminar onde for.

Na minha opinião (você educador que participou do curso em questão, pode se manifestar), o mais importante nestas 8 horas de curso foi identificar o “Decorar”...Lembra?

Para você, leitor, participante ou não do curso de Agente Multiplicador para a Educação Ambiental, pesquise o significado etimológico da palavra Decorar.

Fica a dica: Só conseguimos desenvolver um bom trabalho, seja com adulto ou criança, se o que você quer mostrar  estiver guardado em seu coração. Assim conseguirá sensibilizar quem quer que seja.

Educação Ambiental é sensibilização, antes de tudo.

Danielle Terra, educadora ambiental do programa Escola Ativa – A transformação começa aqui!







15/05/2013

Escolas da rede municipal de Três Rios (RJ) recebem entre os dias 20 e 24 de Maio o projeto Escola ATIVA




O município de Três Rios na região centro-sul do Rio de janeiro foi selecionado para receber entre os dias 20 e 24 de maio a visita do projeto "Escola ATIVA: A Transformação Começa Aqui".

Ao longo da semana, diversos educadores da rede pública de ensino receberão treinamentos para implementação de atividades voltadas para educação ambiental envolvendo crianças de 9 a 10 anos que receberão gratuitamente cartilhas educativas e serão orientadas sobre como agir para construir um mundo mais sustentável partindo do ambiente escolar.

O projeto Escola ATIVA é realizado pelo Instituto ATIVA Brasil, recebe o apio da multinacional Latapack-Ball e circula o país realizando trabalhos educativos que visam levar educação e consciência ambiental para educadores, alunos, pais e a comunidade em geral.







10/05/2013

Está no ar a partir de hoje o BLOG do projeto "Escola ATIVA: A Transformação Começa Aqui"




"Escola ATIVA: A Transformação Começa Aqui" é um projeto desenvolvido pelo Instituto ATIVA Brasil que tem como principal objetivo estimular a reflexão sobre valores e atitudes ambientais voltados para melhoria nas relações entre a comunidade e o meio ambiente.

Entre as atividades previstas, o projeto oferece ferramentas que contribuem para realização de atividades de educação ambiental para serem implementadas no cotidiano das comunidades escolares.

Através da sua realização, pretende-se incentivar e estimular profissionais da área educacional a tornarem-se agentes multiplicadores de práticas ambientais.

Em sua metodologia serão realizados workshops para educadores, encontros diários com alunos e professores e a distribuição gratuita de cartilhas educativas.

O BLOG do projeto que está entrando no ar nesse momento será utilizado como uma ferramenta para divulgação de noavs ideias e projetos ambientais, além do compartilhamento de experiências entre as comunidades envolvidas.